Toscana


Encontre bilhetes
<->

Resumo

Da época Romana ao Renascimento, a Toscana é a terra de uma variedade valiosa de extraordinárias pinturas, esculturas, afrescos e obras arquitetônicas. Além do amor à arte, os visitantes da Toscana têm outras razões para visitar a região. Suas lindas paisagens, a cultura local, culinária e vinhos estão esperando por aqueles que querem aproveitar a vida. Quanto mais você conhece esta região, mais extraordinária ela parece. O ponto de partida para sua visita à Toscana é a cidade de Florença (1h30 de viagem de Roma, e 1h40 de viagem de Milão).

Florença Florença > Pistoia Pistoia > Montecatini Terme Florença > LuccaLucca > Pisa Pisa > SienaSiena > San Gimignano


Florença

Florença (Firenze em italiano) é o berço do Renascimento e terra de artistas famosos como Leonardo, Michelangelo, Botticelli, Brunelleschi, Masaccio e Donatello. A cidade fica às margens do rio Arno, em um vale cercado por suaves colinas. Florença é uma cidade compacta, melhor explorada a pé. Os pontos turísticos mais interessantes ficam a 20 minutos de distância a pé.

Vá para Oltrarno, distrito à margem esquerda, onde fica o Palácio Pitti, os Jardins de Boboli e a Piazzale Michelangelo. Depois de uma curta caminhada da estação Santa Maria Novella você vai chegar ao coração religioso da cidade, onde dominam o horizonte a magnífica catedral tricolor de mármore de Santa Maria del Fiore, o campanário de Giotto, o Batistério e a imponente cúpula vermelha de Brunelleschi, um visual fascinante.

Não muito longe fica a esplêndida Piazza della Signoria, centro cívico dominado pela impressionante Palazzo Vecchio e sua torre. Ao lado do palácio fica a Loggia de Lanzi, a arcada que guarda algumas famosas estátuas do mundo, como a de Perseu de Cellini. A Loggia, e a Galeria Uffizi nas proximidades, com sua enorme coleção de pinturas e outros monumentos de destaque comprovam a fama de Florença de museu ao ar livre.

Nossa dica: Compre o cartão de Florença e aprecie as atrações da cidade, com entradas para cerca de 60 locais e transporte público gratuito durante 72 horas.

Florença > Pistoia Pistoia > Montecatini Terme

Chegue à Pistoia, uma cidade localizada ao noroeste de Florença, facilmente acessível de trem (30 minutos de viagem). Pistoia é definitivamente um tesouro escondido, cheio de encantadoras ruelas históricas e ruas laterais. Perca-se no centro da cidade e encontre a Catedral romana de San Zeno, com seu belo campanário e um batistério que remonta ao século XIII, o antigo Palazzo dei Vescovi com uma loggia gótica, e a Câmara Municipal, adornada com janelas gradeadas. Não se esqueça de ir para a praça Sala, onde se realiza um mercado popular de vegetais todos os dias da semana. Não deixe de visitar as pequenas e agradáveis lojas dos arredores e pare nos restaurantes locais e trattorias para uma verdadeira experiência toscana.

Depois do almoço, pegue o trem para Montecatini Terme (10 minutos de viagem), uma excelente base para explorar a Toscana. Montecatini Terme é uma agradável e pacífica cidade, reminiscência de tempos passados com um grande parque no centro, 3 estabelecimentos termais, um elegante centro de bem-estar, lojas de alta qualidade e bons bares e restaurantes. Pegue o funicular mais antigo do mundo e visite o centro histórico da cidade. Na parte superior, na sua bonita praça medieval, você pode fazer uma pausa gulosa em algum dos excelentes restaurantes locais. Depois realize um tratamento relaxante em um dos centros de spa.

Se você tem mais um dia de sobra, visite a pequena cidade de Pescia (1h de viagem de Florença). No velho centro medieval da cidade você vai encontrar construções muito impressionantes, como o Palazzo del Vicario decorado com brasões de vigários florentinos, hoje sede da Câmara Municipal; o Palagio ou Palazzo del Podestà, com o original Museu L. Andreotti; a Igreja de São Francisco, com a pintura genuína em madeira de São Francisco, pintado por Bonaventura Berlinghieri e a Igreja de San Antonio, com seus maravilhosos afrescos, que remontam ao século XIV.

Florença > Lucca Lucca > Pisa

Pegue o trem para chegar à cidade de Lucca (1h20 de viagem). Faça um passeio através dos séculos no pequeno espaço da cidade antiga. Os caminhos, o Fórum Romano, as igrejas medievais com preciosos bordados de mármore, os palácios renascentistas dos comerciantes de seda e as muralhas da cidade, são alguns dos tesouros à espera para serem descobertos. Mas uma verdadeira jóia é o jardim no terraço do topo da Torre Guinigi e a praça oval do Anfiteatro, mundialmente famosa. Experimente os deliciosos vegetais, sopas de peixe e carne, cobertas com o excelente azeite extra-virgem das colinas de Lucca, acompanhados por vinhos locais brancos e tintos, e oferecidos em uma ampla variedade de restaurantes e bistrôs.

No dia seguinte, vá para Pisa (30 minutos de viagem), cidade de Galileu Galilei, que é muito mais do que sua famosa torre inclinada. A cidade certamente merece mais do que a imperdível pausa na bela Piazza dei Miracoli, Patrimônio Mundial da UNESCO.

Visite a Piazza dei Cavalieri, de estilo renascentista, localizada a poucos minutos da Torre. Um símbolo da regra Medici sobre a cidade, que abriga as mais importantes construções e igrejas do Grand Ducal Pisa, em particular o Palazzo dei Cavalieri (também chamado Palazzo della Carovana) com a sua majestosa fachada. Descubra o centro histórico de Pisa, dividido pelo rio Arno. A vista para o Lungarni (ribeiras) e as construções com vista para o rio são sempre espetaculares e em constante mudança.

No mês de junho, descubra a Gioco del Ponte (A Batalha da Ponte), uma das mais importantes exposições históricas da cidade, que comemora o santo padroeiro de Pisa, San Ranieri. Ao anoitecer do dia 16 junho, e durante toda a noite, o Lungarni de Pisa apaga suas luzes e no lugar são acendidas velas nas janelas dos edifícios para criar uma atmosfera mágica.

Pisa > Siena Siena > San Gimignano

A cerca de 30 minutos a pé da estação ferroviária de Siena (1h44 de viagem de Pisa), desde o mais íngreme e estreito caminho surge, de repente, o vermelho ofuscante da Piazza del Campo, uma das maiores praças medievais da Europa. O Palazzo Pubblico e a sua Torre del Mangia (Torre do Comensal) são pontos turísticos característics desta piazza em forma de concha. Veja a Fonte da Alegria, construída em 1419 como um sistema para levar água ao centro da cidade. A 300 metros de distância da Piazza, se encontra o Santa Maria della Scala, um dos primeiros hospitais da Europa, que agora é um museu.

Faça uma caminhada até a parte norte do centro de Siena no bairro de San Prospero e descubra a Fortezza Medicea (Fortaleza Medici), uma impressionante fortaleza construída entre 1561 e 1563. Faça uma pausa na Enoteca Italiana e prove seus preciososo vinhos de Siena e da Itália. A poucos passos de distância é possível visitar o Santuário de Santa Catarina, santo padroeiro da Itália.

Passe seu último dia na Toscana para visitar a cidade de San Gimignano. Pegue um ônibus em Siena para alcançar Poggibonsi, de onde há ônibus frequentes para San Gimignano. A silhueta erguida de San Gimignano, que surge das colinas é famosa em todo o mundo. A arquitetura de San Gimignano ainda está praticamente intacta, como há cerca de 600 anos. Das suas 72 torres, 15 ainda estão de pé e podem ser admiradas hoje. Descubra a bela Piazza della Cisterna, construída em 1327, e considerada o coração da cidade. Próximo dela, fica a Piazza Duomo, o Palácio do Podestà e a Câmara Municipal.

Cidades destacadas na Toscana