Lázio


Encontre bilhetes
<->

Resumo

Localizada no centro da Itália, ao longo do mar Tirreno, a região de Lázio fica na metade da parte da frente do formato de bota do país. A região é o centro da vida artística, cultural e política da Itália e, sem dúvida, irá satisfazer as expectativas dos turistas mais exigentes. Mas esta região não oferece somente arte e cultura! A beleza natural de sua paisagem, seu atraente litoral, os encantadores vilarejos e a uma delicada gastronomia são algumas das outras razões pelas quais a região é digna de uma visita.

Roma, capital da Itália e da região de Lázio, com seu extraordinário patrimônio artístico, arqueológico e cultural se destaca como a maior atração da região. De acordo com um famoso provérbio, todos os caminhos levam a Roma. Hoje, Roma e a região de Lázio são realmente muito fáceis de serem conhecidas de trem, já que a região conta com muitas linhas de alta velocidade. De Roma, os trens regionais oferecem acesso a muitos locais de grande interesse, na maioria das vezes, dentro de 70 km da capital.

Roma Roma Roma > Ostia Antica Roma > Tivoli


Roma

Sua descoberta da região de Lázio começa em Roma, uma cidade com um apelo imperial. Os viajantes costumam descer na Estação Roma Termini ou na estação Roma Tiburtina, localizadas perto do centro da cidade e servidas pelo sistema de metrô. Pegue o metrô para chegar à estação Ottaviano San Pietro - Musei Vaticani, que fica a cerca de 800 metros da Piazza San Pietro, no Vaticano. Você sabia que o Vaticano, a menor cidade-estado no mundo, fica totalmente dentro da cidade de Roma? De lá, você vai ver a famosa Basílica de São Pedro (Basilica di San Pietro), o símbolo do cristianismo. Continue em direcção Piazza Navona, considerada como a mais elegante das praças romanas. Construída sobre as ruínas do Estádio de Domiciano, a praça ainda é um lugar de encontro para moradores e turistas que frequentam os muitos cafés ao ar livre que a rodeiam. No centro da Piazza Navona, você vai encontrar a Fonte dos Quatro Rios (Fontana dei Quattro Fiumi), uma obra-prima de Gian Lorenzo Bernini.

Da Piazza Navona, com uma curta caminhada, você pode chegar à Piazza della Rotonda, para ver o magnífico Pantheon, construído entre os anos 118 e 125 dC sobre as ruínas de um templo do ano 27 aC. Da Piazza della Rotonda vá para a Piazza di Pietra, para ver o Templo de Adriano e, em seguida, continue até a Piazza di Trevi para admirar a bela Fontana di Trevi (Fonte de Trevos), um triunfo do estilo barroco. Hoje esta jóia recém-restaurada é um ponto de parada obrigatória para todos os turistas! Abastecida com água do aqueduto Acqua Vergine, foi baseada no projeto de Nicolo Salvi e concluída em 1762.

Como o dia está terminando, você pode tomar a Via del Tritone e chegar a Praça de Espanha, conhecida por ter a mais ampla escadaria da Europa. Suba até chegar à Trinità dei Monti para uma linda vista da cidade e admirar o pôr do sol.

Nossa dica: Não perca a Crypta, um museu no centro histórico de Roma, que fica nas ruínas do Teatro de Balbo (ano 13 aC). Você ainda pode descer e ver as ruínas!

 

Na primeira metade do seu segundo dia, visite o Coliseu, um monumento e chef-d’oeuvre que representa 2 mil anos de História e um símbolo de Roma. Perto do Coliseu, fica o Arco de Constantino, o mais famoso arco do triunfo romano e um pouco mais longe, o Palatino. É um dos lugares mais charmosos da cidade, que abrigou as casas da classe dominante da Roma antiga e, depois, os jardins da família Farnese. Hoje, o Palatino é um verdadeiro museu ao ar livre.

Do Coliseu, continue pela Via dei Fori Imperiali para chegar no Fórum Romano e aprender sobre a civilização romana. Depois, siga para a Piazza Venezia, ofuscada pelo impressionante Altare della Patria. O monumento, concluído em 1925, oferece uma deslumbrante vista de Roma a partir do terraço de Quadrighe. Depois, vá para o Campidoglio nas proximidades de uma vista deslumbrante sobre o Fórum.

Na parte da tarde, atravesse o rio Tibre para chegar a Isola Tiberina. Perca-se no popular e típico bairro Trastevere, mergulhando em uma encantador ambiente. Tome um copo de vinho para saborear a rotina do dia-a-dia dos habitantes.

Roma > Ostia Antica

Do centro da cidade de Roma, pegue a linha de metrô B para EUR Magliana, onde um trem parte a cada 15 minutos até Ostia Antica. A visita às ruínas de Ostia Antica é uma oportunidade única para completar a imagem da antiga Roma e descobrir aspectos da vida diária daquela época. Segundo a tradição, Ostia foi fundada por volta do ano 620 aC. Seu porto fluvial e a localização especial, perto do mar, determinou sua importância ao longo dos séculos, como uma cidade estratégica-militar e econômica. Os vestígios mais antigos são representados por uma fortaleza, construída pelos romanos na segunda metade do século IV aC, para controlar a foz do rio Tibre e a costa de Lázio. Visite o castelo e a cidade antiga fundada em 830 por Gregório IV. No final do dia, volte a Roma.

Roma > Tivoli

Pegue o trem de Roma para Tivoli (55 minutos de viagem), uma antiga cidade dos latinos, conquistada pelos romanos, que construíram inúmeras e suntuosas casas e imponentes edifícios públicos. As moradias de Tivoli estão entre os dez monumentos mais visitados da Itália e são um Patrimônio Mundial da UNESCO. Visite o centro antigo da cidade, onde se pode admirar as igrejas do século XII, praças e vielas com casas medievais e o anfiteatro romano. Ao redor do centro histórico encontra-se a bela Villa d’Este e suas maravilhosas fontes.

Nossa dica: Passe mais um dia em Tivoli para curtir um dos seus famosos spas.

Cidades destacadas na Lázio